Notícias

Assinado acordo entre UNFPA e Centro Dr. António Agostinho Neto para apoiar e promover o acesso à Saúde Sexual e Direitos Reprodutivos focado nos jovens e adolescentes

13 September 2016
Director do Centro Cultural Agostinho Neto e Representante do UNFPA ladeados por Jovens Conselheiras

Luanda- Foi assinado hoje em Luanda, um acordo que visa estabelecer um quadro de colaboração institucional entre o Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA) e o Gabinete de Apoio e Aconselhamento Familiar, do Centro Cultural Dr. António Agostinho Neto, a fim de apoiar e promover o acesso à Saúde Sexual e Direitos Reprodutivos focado principalmente nos jovens e adolescentes.

O acordo que foi rubricado por Florbela Fernandes, Representante Residente do UNFPA e pelo Director do Centro Dr. Amarildo da Conceição, tem também como finalidade incentivar o Governo e organizações da Sociedade Civil, bem como do sector privado a desenvolverem acções que permitam oferecer serviços à população em idade reprodutiva e incentivar as famílias e comunidades a apoiar os jovens e as actividades a serem implementadas. 

Dentro do âmbito do acordo de colaboração, as partes almejam desenvolver acções conjuntas no domínio do acesso à Saúde Sexual e Direitos Reprodutivos e na promoção de acções que contribuam para o alcance do pleno potencial da população jovem.

Sem prejuízo da cooperação em domínios adicionais, e sujeitas a disponibilidade de recursos financeiros, as partes concordaram essencialmente em contribuir para a melhoria das capacidades do governo e da Sociedade Civil na implementação do Programa de Saúde Sexual e Reprodutiva incluindo o Planeamento Familiar para adolescentes e jovens, na promoção do diálogo político, da cultura de documentação, monitoria e prática de investigação, incentivar e apoiar o Governo na implementação da agenda de Desenvolvimento Sustentável 2030 e no alcance do dividendo demográfico.

Tendo em conta o interesse recíproco do UNFPA e do Gabinete de Apoio e Aconselhamento Familiar, na promoção do desenvolvimento humano, no bem-estar das populações, na colaboração institucional e na concepção, elaboração e implementação de políticas e programas de redução da pobreza e vulnerabilidade, e em particular de promoção da saúde dos adolescentes, jovens e mulheres em Angola, as partes concordaram em convidar representantes das duas entidades e seus parceiros para participar de reuniões, conferências, seminários e sessões de trabalho relevantes aos temas acordados.

Amarildo da Conceição Director do Centro declarou que o trabalho solidário e voluntário é extremamente importante, e é um grande contributo para a sociedade, o mesmo declarou também que as famílias têm uma série de problemas, com o apoio e abraço de cada um de nós será possível construir uma sociedade melhor, rematou. 

No acto da assinatura, o Director do Centro fez-se acompanhar de um grupo de jovens Conselheiras, engajadas em actividades de advocacia e de aconselhamento. Joana Agostinho Coordenadora do grupo de jovens conselheiras ressaltou a importância do acordo e as responsabilidades que o mesmo acarreta para os jovens, tendo como expectativas o aumento do intercâmbio e partilha de conhecimento.

A Representante Residente do UNFPA Florbela Fernandes, por seu turno, destacou que uma das prioridades do UNFPA, é capacitar e salvaguardar o bem-estar das mulheres, jovens e adolescentes, e responder às suas necessidades e preocupações específicas. “Trabalhamos em parceria com os governos, o sistema das Nações Unidas, parceiros locais e outros, para promoção de políticas e programas de desenvolvimento, bem como a promoção da saúde sexual e reprodutiva dos jovens dentro e fora da escola, através de advocacia e a mobilização da comunidade e da participação juvenil, está é uma grande oportunidade para continuarmos a cumprir com o nosso papel”, disse a mesma.   

O acordo de Colaboração estará vigente durante o período do Programa de País do UNFPA em Angola, isto é, 2015 a 2019, podendo ser renovado por mútuo acordo. Com base no acordo assinado foi traçado um compromisso para desenvolver um plano de trabalho detalhando as acções a serem realizadas e indicando prazos para a execução das actividades.