Statement

MENSAGEM PARA O DIA MUNDIAL DA POPULAÇÃO 2017

11 July 2017

Todos os dias, mulheres vulneráveis, especialmente as que são pobres e são refugiadas, enfrentam obstáculos sociais, económicos e geográficos para o acesso à informação e aos serviços voluntários de planeamento familiar.

Há cinquenta anos, o então Secretário-Geral das Nações Unidas estabeleceu o UNFPA, o Fundo das Nações Unidas para a População, como fundo fiduciário. E desde 1969, quando o UNFPA começou a operar, tem ajudado a remover os obstáculos ao planeamento familiar e a permitir que as mulheres exerçam seus direitos reprodutivos. O UNFPA contribuiu para a quase duplicação do uso moderno de contraceptivos em todo o mundo, passando de 36% em 1970 para 64% em 2016.

Apesar dos notáveis progressos, continuam a existir enormes desafios: mais de 214 milhões de mulheres nos países em desenvolvimento carecem de métodos de planeamento familiar seguros e eficazes. A maioria dessas mulheres vive nos 69 países mais pobres. Cumprir sua demanda insatisfeita salvaria vidas, evitando 67 milhões de gravidezes não planeadas e reduzindo em um terço as estimadas 303 mil mortes maternas anuais.

O planeamento familiar, portanto, é fundamental para alcançar o Objectivo 1 de Desenvolvimento Sustentável, para acabar com a pobreza. Também é fundamental para alcançar outros Objectivos, como acabar com a fome, bem como promover a boa saúde e a igualdade de género.

Um melhor atendimento à saúde reprodutiva, incluindo o planeamento familiar voluntário, pode fortalecer as economias e contribuir para o desenvolvimento sustentável, empoderando as mulheres para que estas concluam a sua formação, juntando-se à força de trabalho remunerada, tonando-se mais produtivas em seus empregos, obtendo rendimentos mais altos e aumentando a poupança e os investimentos. Além disso, para cada dólar adicional gasto em serviços de contracepção acima do nível actual, o custo dos cuidados relacionados à gravidez é reduzido em US $ 2.30. Investimentos em planeamento familiar ajudam a proporcionar a prosperidade para todos.

O planeamento familiar, portanto, é fundamental para alcançar o Objectivo 1 de Desenvolvimento Sustentável, para acabar com a pobreza. Também é fundamental para alcançar outros Objectivos, como acabar com a fome, bem como promover a boa saúde e a igualdade de género.

O UNFPA estabeleceu uma meta ambiciosa e transformadora para eliminar toda a demanda insatisfeita de planeamento familiar até 2030. Neste Dia Mundial da População, pedimos a todos os governos e partes interessadas que ajudem a atingir esse objectivo. O UNFPA também apela aos 179 governos que aprovaram o Programa de Acção da Conferência Internacional do Cairo sobre População e Desenvolvimento do Cairo de 1994 para cumprir seus compromissos de alcançar o acesso universal à saúde sexual e reprodutiva, incluindo o planeamento familiar voluntário. Não é apenas uma questão de protecção da saúde e dos direitos, mas também é uma questão de investimento no desenvolvimento económico, bem como na prosperidade e no progresso da humanidade.

Drª. Natalia Kanem, Directora Executiva em exercício
UNFPA, Fundo das Nações Unidas para População
11 Julho de 2017