Notícias

Lançamento do Estudo do Dividendo Demográfico em Angola

6 Novembro 2019
@UNFPAAngola

No passado dia 4 de Novembro, o Ministério da Economia e Planeamento (MEP), com o apoio do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA), lançou em Luanda, o Estudo do Dividendo Demográfico de Angola. O lançamento foi liderado por Sua Excelência o Ministro da Economia e Planeamento, Dr. Manuel Neto da Costa, tendo a Sra. Ministra da Juventude e Desportos proferido o encerramento. Participaram igualmente a Sra. Ministra da Cultura, Vice-Governador da Província de Luanda, Deputados da Assembleia Nacional, Membros do Corpo Diplomático, o Coordenador Residente do Sistema das Nações Unidas, Representantes das organizações da sociedade civil, do sector privado e da academia.

O Dividendo Demográfico é o crescimento económico alcançado proporcionalmente por mais pessoas em idade activa. Quando o número de dependentes por família é menor do que o número de pessoas activas,  a família consegue poupar e investir melhor o seu dinheiro. Esta realidade, em larga escala, faz com que as economias beneficiem de um impulso no crescimento económico.

De acordo com o Ministro da Economia e Planeamento, Dr. Manuel Neto da Costa: “Angola é um país em que a população é maioritariamente jovem, sendo que 66% dos angolanos tem idade inferior a 25 anos, 47.2% tem menos do que 15 anos e 18.6% está entre os 15 e os 24 anos. A juventude constitui o maior património de Angola, por isso os investimentos feitos hoje na juventude, irão determinar a trajectória do nosso desenvolvimento nos próximos anos.”

Segundo a Representante do Fundo das Nações Unidas para a População, Dra. Florbela Fernandes: “os adolescentes e os jovens são assim um dos maiores trunfos do Continente Africano e investimentos adequados devem ser feitos para assegurar um futuro promissor, inclusivo e sustentável. Elas e eles podem ser catalisadores de mudanças sociais, crescimento económico e inovação tecnológica”.

A experiência de Moçambique foi apresentada pelo demógrafo e Director Adjunto do Instituto Nacional de Estatística cujo foco foi partilhar a experiência do seu país na operacionalização das recomendações emanadas do estudo do Dividendo Demográfico.

Para encerrar o evento, a Ministra da Juventude e Desportos, Dra. Ana Paula da Silva Sacramento Neto, referiu que o Executivo Angolano assume o compromisso de incorporar as recomendações do Estudo, nos planos estratégicos de curto, médio e longo prazo tal como na agenda 2025 que está em revisão para 2050. A Ministra também referiu que o compromisso com o Dividendo Demográfico é parte da agenda, rumo à Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento (CIPD), que acontece agora nos dias 12 a 14 de Novembro, em Nairobi, no Quénia onde irão estar presentes várias entidades governamentais e da sociedade civil.