Notícias

RODA DE CONVERSA SOBRE IGUALDADE DE GÉNERO

20 Setembro 2019

No passado dia 11 de Setembro, o Lubango acolheu uma roda de conversa organizada pela Organização Rede Mulher Angola, em parceria com o MASFAMU, o Governo Provincial da Huíla, e com o apoio do UNFPA.

O encontro teve como objectivo central a reflexão sobre a agenda da igualdade de género em Angola, assim como a análise dos principais resultados, desafios e oportunidades a nível nacional, regional e internacional. O evento contou com a participação de cerca de 100 pessoas e teve a participação da Sra. Vice-Governadora da Província da Huíla para o Sector Político, Económico e Social, Dra. Maria João Chipalavela.

Em 2019, comemora-se os 25 anos da adopção do Plano de Acção da Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento (CIPD), onde no Cairo, líderes mundiais, reconheceram que o acesso universal à saúde sexual e reprodutiva e ao planeamento familiar são uma pré-condição para o empoderamento das mulheres e o desenvolvimento humano.

A roda de conversa teve também como propósito analisar os compromissos assumidos por Angola, em prol da advocacia e cumprimento dos direitos e desenvolvimento das mulheres.

Destes acordos podemos destacar os seguintes:

  • Convenção sobre Eliminação de todas as Formas de Discriminação Contra a Mulher, CEDAW;
  • A Comissão sobre a Situação da Mulher (CSW)
  • Agenda 2030 para os Objectivos do Desenvolvimento Sustentável, ODS;
  • A Conferencia Internacional sobre População e Desenvolvimento, CIPD; e a
  • Agenda Africana 2063.

Como resultado do encontro foram identificadas as prioridades chaves no âmbito da prevenção da violência baseada no género e das prácticas nocivas contra mulheres e meninas, das quais salientamos a necessidade de reforçar o quadro legal em Angola na temática dos direitos sexuais e reprodutivos e procurar formas inovadoras para o empoderamento da mulher, jovens e adolescentes angolanas, engajando homens e rapazes como parceiros.

A Vice-Governadora da Huíla para o Sector Político e Social acolheu as conclusões da roda de conversa com entusiasmo demonstrando o compromisso do Executivo para o alcance das metas estabelecidas no Plano de Desenvolvimento Nacional, na temática da igualdade de género.

De acordo com a mensagem da Representante do UNFPA em Angola, Florbela Fernandes, “é fundamental abordar as condições para o fortalecimento da capacidade sectorial na gestão de casos de sobreviventes da violência baseada no género”.

O UNFPA, Fundo das Nações Unidas para a População em Angola está comprometido em trabalhar com as entidades governamentais e demais parceiros da sociedade civil para cumprir as promessas da CIPD, e assegurar um mundo onde: toda a gravidez é desejada; cada nascimento é seguro; e o potencial de cada jovem é alcançado.